Azul e Branco

Azul e Branco

domingo, 22 de março de 2015

Nacional 1-1 FC Porto: Oportunidade de Ouro transformada em Bronze

O Futebol Clube do Porto teve ontem à noite a possibilidade de se colocar a apenas e só 1 Ponto do 1º classificado.

O dia parecia ser perfeito para o Dragão. O principal rival havia perdido (e bem) contra um grande Rio Ave e ao FC Porto só lhe competia fazer o que era pedido nesta recta final do campeonato: ganhar!
O Porto, verdade seja dita, entrou mal no jogo, penso que muito por culpa do factor psicológico, pois os jogadores sabiam de ante-mão o resultado do rival. No entanto, a este nível, isso devia ser uma motivação extra! A meu ver, acho que é aqui que entra a parte da experiência, ou neste caso, da falta dela. Já é sabido e mais que sabido que o FC Porto é uma equipa jovem (a mais jovem das presentes na Champions, por exemplo) e nestes momentos é preciso ratice e é preciso saber ganhar custe o que custar e penso que isso faltou ontem aos Dragões.

Para explicar a derrota, há que também chamar os burros pelos nomes. Herrera, Brahimi e Aboubakar estiveram irreconhecíveis. Se aliarmos a isto um cartão amarelo madrugador a Casemiro e uma exibição mais discreta (menos mal que os atrás mencionados) de Evandro, temos então o miolo do terreno a saque. Foi isso que aconteceu, o Porto nunca conseguiu ligar as pontas e foi apanhado várias vezes em contra pé, o meio campo por vezes parecia uma auto-estrada sem portagens e, verdade seja dita, se o Nacional tem concretizado melhor no último terço, o Porto poderia ter saído da Choupana sem qualquer ponto.

É certo que tivemos 2 bolas nos ferros , uma de Maicon através de um livre fora da área e outro numa jogada de bola corrida do lado direito por parte do Danilo, mas para uma equipa que tinha de ganhar, o que foi produzido em campo não foi nem de perto nem de longe o suficiente. Há que dar também mérito a quem o tem. O Nacional encarou o jogo de uma forma muito mais aguerrida do que o Porto e isso notou-se nas bolas dividias e na alma com que se entregaram nos permanentes duelos durante o jogo inteiro.

Se a primeira parte valeu pelo grande golo do Tello, aliás para mim, o melhor em campo, a segunda parte ficou marcada pelas substituições, que tirando a entrada de Quaresma, que realmente abanou lá na frente (e que a meu ver merecia ser já titular já no próximo jogo deixando Brahimi no banco), Rúben Neves e Quintero não deram nada de novo ou de positivo ao jogo Portista. O tempo ia passando e o jogo ficava mais partido e foi nessa altura que o Nacional poderia ter mesmo chegado ao 2-1, principalmente num lance em que o atacante do Nacional tinha mesmo só de empurrar a bola para dentro da baliza escancaradamente aberta, mas num golpe difícil (sim, difícil, porque o mais fácil era mesmo metê-la lá dentro) enviou a bola por cima da barra.

Os últimos 10/15 minutos de jogo foram exasperantes. O Porto falhou passes fáceis, perdeu bolas estupidamente e realmente viu-se bem que já não havia força nem discernimento mental para mais, o apito final confirmou o que para mim foi o resultado mais justo, o empate.

Saindo um pouco do jogo e entrando naquilo que são as contas do título, é verdade que a partir de ontem o FC Porto só depende dele mesmo para ser campeão, daí o bronze do título, porque na realidade conquistou um ponto ao líder. No entanto, quando estavam em cima da mesa 3 pontos para roubar, a tal oportunidade de ouro reduziu-se a pouco, muito pouco.
Penso também que a partir de agora, o líder percebeu que o campeonato não são as favas contadas que faziam parecer crer após o jogo com o Braga e julgo que esta derrota ontem em Vila do Conde pode deixar marcas e desestabilizar o líder. A nós resta-nos ganhar todos os jogos até ao fim porque, tirando o jogo na Luz, que terá que acabar com uma derrota para os encarnados, acredito fortemente que eles ainda irão perder mais pontos para além desse jogo!

Em jeito de despedida,

Quem os viu em Alvalade a festejar……..

Crónica escrita pelo Miguel Guimarães

PS: Estejam atentos ao blog e à página do facebook porque até ao final da semana iremos anunciar um passatempo que atribuirá prémios para a recepção ao Estoril (próxima jornada).

Sem comentários:

Enviar um comentário