Porto Bayern

Porto Bayern

terça-feira, 17 de março de 2015

Será mesmo apenas muito "azar" ou já se trata de medo de errar?

Na ressaca de mais uma jornada desta já longa Liga, e depois de muito ler sobre o jogo de Domingo com o Arouca, pareceu-me apropriado fazer uma pequena pesquisa sobre os "azares" que temos visto repetidamente desde Agosto e que apenas Lopetegui tem vindo a denunciar (já que a direcção do FC Porto continua a dormir na forma e a fazer desesperar a grande maioria dos adeptos azuis e brancos, excepção feita ao pesetero Vítor Baía e a mais uns quantos orgulhosos).

A pesquisa teve como ponto de partida as expulsões de Maicon e Fabiano nos jogos com o Boavista e Arouca. Conforme já referi, não está aqui em causa a bondade dessas decisões. Para mim, ambos foram bem expulsos e penso que o futebol só tem a ganhar se a decisão em lances semelhantes for a mesma (o que não invalida eu considerar que Maicon vai continuar a ser até ao final do campeonato o único jogador dos "grandes" a ser expulso desta forma). O que está aqui em causa é a queda de mais um mito: o mito de que é difícil apitar contra o FC Porto, especialmente no Estádio do Dragão. Conforme já tínhamos visto em ambos jogos com o Estoril da época passada, hoje em dia o difícil é decidir a favor do FC Porto (lembro os mais esquecidos o penalti surreal no jogo no Estádio António Coimbra da Mota - ver foto em baixo -  e, também, a (justa) expulsão de Mangala e consequente penalti no Estádio do Dragão). 
Ao contrário do que acontece hoje em dia com o Benfica (quando foi a última vez que o Benfica teve um jogador expulso nos primeiros 30 minutos de jogo para o campeonato? Nunca?), contra o FC Porto não há qualquer problema em errar. Faz parte, é considerado "azar". Repare-se que esta época, e depois de passadas 25 jornadas, o FC Porto nunca teve a "sorte" de ficar em vantagem numérica numa altura em que o jogo estivesse, ainda, empatado. Nem uma vez! E não foi por falta de oportunidades para o fazer. Já o Benfica viu 11 jogadores adversários serem mandados mais cedo para o balneário , sendo que em 4 delas a equipa adversária ou estava na frente do marcador ou o jogo estava empatado.
Este medo de desiquilibrar o jogo a favor do FC Porto é, ainda, mais evidente na falta de rigor com que se analisam os lances de ataque dos azuis e brancos dentro da área adversária. Até ao presente momento, os Dragões beneficiaram de 5 grandes penalidades, todas elas tão claras como incontestadas. Dessas 5 grandes penalidades, apenas 2 foram assinaladas numa altura em que o FC Porto não estava na frente do marcador (jogo em Guimarães e recepção ao Setúbal). E realço o facto das faltas que originaram essas grandes penalidades terem sido por demais evidentes, não dando hipótese aos árbitros de lhes fazerem vista grossa.

Infelizmente, e, mais uma vez, certamente por "azar", a decisão não foi a mesma em 9 outras situações de possível penalti a favor do FC Porto em alturas em que o jogo estava, ainda, empatado.

Vejamos:

  • Guimarães 1-1 FC Porto: penalti (e cartão vermelho) por marcar sobre Brahimi com 0-0 no marcador e penalti sobre Quintero com 1-1 no marcador;

  • Sporting 1-1 FC Porto: penalti por marcar depois de Maurício cortar com a mão dentro da área um remate de Jackson Martinez com 1-1 no marcador;

  • FC Porto 2-1 Braga: penalti por marcar sobre Alex Sandro com 1-1 no marcador;

  • Arouca 0-5 FC Porto: penalti (e cartão "laranja") por marcar sobre Jackson Martinez com 0-0 no marcador;

  • Estoril 2-2 FC Porto: dois penaltis por marcar na mesma jogada por faltas sobre Danilo e Brahimi com 1-1 no marcador;

  • Moreirense 0-2 FC Porto: penalti por marcar sobre Maicon com 0-0 no marcador;

  • Boavista 0-2 FC Porto: penalti por marcar sobre Hernani com 0-0 no marcador; e

  • FC Porto 1-0 Arouca: penalti por marcar sobre Quaresma com 0-0 no marcador.


Posto isto, a pergunta que se coloca é: o FC Porto tem tido muito "azar" esta época, os árbitros têm muito medo de errar em benefício do FC Porto ou haverá algo mais? Existe alguma indicação para não se expulsarem adversário do FC Porto e não se marcarem grandes penalidades enquanto o jogo estiver empatado? Pelo menos, é a ideia que passa...

PS: Tal como previra, o Benfica venceu o Braga. Justa e merecidamente, diga-se. Previ, também, que fariam a festa como deve ser durante a semana e que descomprimiriam depois de alcançado o grande objectivo que era vencer o Sporting de Braga (aquele clube que em 60 jogos para o campeonato só venceu uma vez na Luz, na longínqua década de 50. Sim, esse clube que só facilita contra o FC Porto). O resta de previsão vocês conseguem adivinhar, certo?







Sem comentários:

Enviar um comentário